meistudies, 6º Congresso Internacional Media Ecology and Image Studies - A consolidação dos seres media

Tamanho da fonte: 
Design Auxiliado por Algoritmos: um estudo sobre as possibilidades criativas da inteligência artificial.
Joe Wallace Cordeiro, Gilson Braviano

Última alteração: 2023-10-30

Resumo Expandido (Entre 450 e 700 palavras)


Os algoritmos, atualmente evidenciados pela inteligência artificial (IA), vêm mudando a forma como os projetos de Design são concebidos e desenvolvidos, causando uma nova revolução nos métodos e nas abordagens projetuais na criação de produtos e serviços. Seja através da utilização de ferramentas ou na apresentação de resultados, com o apoio da inteligência artificial os designers têm a oportunidade de potencializar os processos criativos e abrir novos caminhos para a resolução de problemas complexos e a criação de soluções inovadoras em produtos e serviços. Essa transformação está redefinindo os métodos tradicionais de desenvolvimento de produtos, desde a utilização de ferramentas de Design até a apresentação de resultados.

Conforme Formiga (2014 p. 2), Alan Turing e Alonzo Church introduziram o conceito de algoritmo como sendo um conjunto de etapas inequívocas dispostas em ordem e executadas por meio de um processo finito, porém, os algoritmos não auxiliam o designer apenas nas dimensões de representação e simulação de fenômenos gráficos e físicos, tão importantes para o Design.

Segundo Manovich (2017), os atuais desenvolvimentos de softwares e algoritmos tornam possível transpor a tradicional função de representação visual, seja em Design gráfico, vídeo ou 3D, mas também possibilitam uma análise visual em larga escala e em múltiplas dimensões visuais. A utilização da Visão Computacional e da Inteligência Artificial possibilita a análise precisa de uma grande quantidade de dados com características visuais, que são impossíveis por meio da capacidade humana natural, Manovich (2017).

Essa pesquisa utilizou o método de revisão narrativa, com base nos trabalhos de alguns estudiosos de inteligência artificial como Santaella (2023), que em seu mais recente livro, traz uma discussão ampla sobre a relação entre a inteligência humana e a artificial.  Esse trabalho, também explora algumas das tecnologias mais recentes em IA, explora alguns dos aspectos relevantes para a visualização e processos de Design. Através de conceitos e exemplos, o estudo aborda como a aplicação dessas tecnologias podem impactar positivamente o campo do projeto e da pesquisa.

Um dos conceitos-chave explorados é o Algorithm Aided Design, que traduz-se como o Design auxiliado pelos algoritmos, com destaque para a já mencionada inteligência artificial e suas possíveis inovações e sugestões de utilização. Esse novo paradigma permite que os designers se apropriem de ferramentas e técnicas avançadas em diversas áreas de atuação, como Design de produtos, Design gráfico, Animação, edição de vídeo, Games e Moda, levando suas criações a um novo patamar de sofisticação e eficiência.

A IA traz consigo um grande número de ferramentas e abordagens que podem contribuir para os processos projetuais no campo do Design, permitindo que os designers se concentrem mais na concepção de ideias e menos em tarefas repetitivas e mecânicas. Algoritmos de aprendizado de máquina podem analisar grandes conjuntos de dados e identificar padrões ocultos, oferecendo suporte para novos olhares para o desenvolvimento de produtos e serviços. Podendo  economizar tempo e recursos, ao mesmo tempo em que abre espaço para a experimentação e inovação.

Contudo, a interação entre a inteligência artificial e o ser humano também suscita questionamentos éticos e filosóficos, que não foram aprofundados neste estudos. Porém é fundamental que os designers compreendam as limitações e preconceitos inerentes aos algoritmos, garantindo que a IA seja compreendida uma ferramenta de apoio à criatividade, em vez de uma ferramenta possa substituir o trabalho e o intelecto humano.

Referências

Formiga, A. A., Sousa, B. J., Júnior, J. J. L. D. (2014). Introdução a Programação. João Pessoa: Editora da UFPB, 2014. 92.

Manovich, L. Visual Semiotics, Media Theory, and Cultural Analytics (2017).Available from <http://manovich.net/content/04-projects/103-visual-semiotics/manovich_visual_semiotics.pdf>

Santaella, L. (2023). A Inteligência Artificial é Inteligente? , São Paulo. Grupo Almedina; 1ª ed.


Palavras-chave


Design; Algoritmos; Inteligência Artificial

Texto completo:

PDF - pt