meistudies, 6º Congresso Internacional Media Ecology and Image Studies - A consolidação dos seres media

Tamanho da fonte: 
FÉ (WEB)TELEVISIONADA: EXPANSÃO DA TELEVISÃO, MANUTENÇÃO DOS LAÇOS SOCIAIS E UMA PERSPECTIVA EVANGELIZADORA EM JUAZEIRO DO NORTE (CE)
Ligia COELI SILVA RODRIGUES, José Jullian Gomes de Souza

Última alteração: 2023-10-24

Resumo Expandido (Entre 450 e 700 palavras)


As discussões sobre um possível fim da televisão (Carlón; Fechine, 2014) levantam reflexões sobre transformações e modos de sobrevivência no atual cenário da ecologia midiática audiovisual, a partir das novas possibilidades de produção, difusão e compartilhamento nos ambientes digitais. As formas que a televisão assume extrapolam o modelo tradicional broadcast e adentram no cenário da contemporaneidade a partir de novas e múltiplas telas (no contexto da expansão da linguagem), como é o caso das webTVs e de outras janelas audiovisuais ofertadas por plataformas como Facebook, Instagram, Twitter e TikTok. Num contexto de superávit audiovisual (Guardiola, 2019) e de uma nova liturgia trazida pelas telas (Mondzain, 2017), interessa-nos pensar no tipo de imagem produzida pelas tecnologias digitais e quais as novas normalidades visuais (Steyerl, 2018) são adotadas por quem as consome.

A presença dessas novas possibilidades (web)televisivas funciona como uma forma de produção audiovisual sob o uso de ferramentas e plataformas mais acessíveis, sobretudo para localidades que se encontram fora dos grandes centros urbanos e de empresas que possuem menos recursos financeiros e estruturais. É o caso da webTV Mãe das Dores, na cidade de Juazeiro do Norte (CE), na região do Cariri. Referenciada pela imagem icônica do Padre Cícero, a cidade mobiliza fiéis de todo o país para vivenciar a experiência das romarias e da religiosidade.

Partimos da perspectiva de que a criação dessa webTV dialoga com o fenômeno da expansão das linguagens e formas televisivas, a partir da produção de conteúdo para um nicho específico: o religioso (católico). A expansão das denominações religiosas no cenário brasileiro de televisão (Santos; Capparelli, 2004) já foi abordada por pesquisadores da área, mas faltam estudos que lançam olhar para a temática das webtvs na região do Cariri cearense. Deste modo, a pergunta de pesquisa é: como a webTV Mãe das Dores opera como uma forma de expansão da linguagem televisiva e a busca pela manutenção dos laços sociais com os fiéis na web em Juazeiro do Norte? Nossa hipótese é que, para além de uma perspectiva evangelizadora, as webtvs operam numa estratégia de manutenção de laços sociais entre romeiros e a cidade, especialmente quando estes sujeitos se encontram distantes de Juazeiro do Norte, não conseguem se locomover até a localidade ou a cidade não está em período de romaria.

De acordo com Wolton (1996), a força da TV como um laço social está presente no seu caráter lúdico, livre e especular. Logo, entendemos que esse laço social é mediado e expandido na webTV funcionando como uma estratégia de aproximação (para além do espectro geográfico) com o seu público. Considerando que os estudos da tecnologia e linguagem televisiva precisam acompanhar as condições sociais e culturais de onde elas operam, utilizaremos como metodologia a abordagem quanti-qualitativa, a pesquisa exploratória, estudo de caso e entrevistas semi-estruturadas, que serão aplicadas tanto a espectadores(as)-fiéis quanto a produtores(as) e demais profissionais responsáveis pela programação da webTV Mãe das Dores.

Enquanto considerações iniciais, entendemos que a webTV Mãe das Dores funciona como uma nova forma de expansão da linguagem televisiva não somente pelo barateamento desse modelo de TV, mas funcionando como um possibilidade de manutenção e extensão do vínculo entre o território de Juazeiro do Norte, o viés religioso construído pelo ambiente digital a partir dos laços sociais e da manutenção de uma perspectiva evangelizado para além do contato presencial com os romeiros e o público católico.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Carlón, M.; Fechine, I. (2014). O fim da televisão. Ed. Confraria do Vento.

Guardiola, I. (2019). El ojo y la navaja: Un ensayo sobre el mundo como interfaz. Ed. Arcadia.

Mondzain, Marie-Jose. (2017). A imagem pode matar? Ed. Nova Veja.

Santos; S.; Caparelli, S. (2004). Crescei e multiplicai-vos: a explosão religiosa na televisão brasileira. Intexto, 11(1), 14-38.

Steyerl, H. (2018). Los condenados de la pantalla. 1a. ed. 2a. reimp. Ed. Caja Negra.

Wolton., D. (1996). Elogio do grande público: uma teoria crítica da televisão. Ed. Ática.


Palavras-chave


Televisão; Telejornalismo; Webtv.

Texto completo:

PDF - pt